25 janeiro 2014

Resenha de A Culpa é das Estrelas


Até que enfim eu li.

http://1.bp.blogspot.com/-E44Wv5x96zU/Ua6ZNCeveeI/AAAAAAAAA7Y/sDPuutOpHzc/s1600/a%2Bculpa%2B%C3%A9%2Bdas%2Bestrelas.jpg


Titulo: A Culpa é das Estrelas                                      
Titulo Original: The Fault in Our Stars
Autor: John Green
Editora: Intríseca
Páginas: 286
Ano: 2012

Sinopse:  Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante, o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico.
Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

Contém spoiler

Confesso que estava contrariada de ler esse livro, eu sou muito emotiva e livros assim acabam comigo.
Assim que li a sinopse já comecei a pensar que era um daqueles livros apelativos que mostram como a pessoa luta contra a doença e depois de todos os esforços morre no final, mas esse não foi totalmente o caso.

Hazel é uma menina de dezesseis anos que tem metástase nos pulmões, e sobrevive pelo efeito de uma droga revolucionária, e Augustus Waters é um ex-jogador de basquete que perdeu uma de suas pernas por uma osteosarcoma. Ok, isso pode parecer bem triste, e realmente é, mas não é assim que o assunto é abordado, não é simplesmente dois adolescentes com os dias contados, mas sim dois jovens que enfrentam de uma maneira muito peculiar os obstáculos que a vida  os impõe. Os dois são unidos pela doença, quando se encontram pela primeira vez em um Grupo de Apoio para jovens com câncer. O jeito indiferente como Hazel vê a morte chama a atenção do sedutor Augustus, que faz de tudo para se aproximar dela.
Quando você começa a se levar pela história, você realmente esquece o real problema deles, a doença que os uniu é totalmente esquecida, mas quando tudo parece que esta as mil maravilhas... BUM! Voltamos para a realidade, e nos lembramos da dificuldade de passar pelo câncer, e que nem tudo é como nos imaginamos.

Eu gostei do livro, chorei muito, o final foi previsível, mas para um livro com essa temática eu achei justo. Infelizmente as coisas nem sempre são flores, John Green trabalhou perfeitamente bem nessa obra, ele mostrou a verdade. Não gosto em livros onde as pessoas se curam do nada, infelizmente a vida nem sempre é assim.

Simplesmente me apaixonei por Gus, ele faz aquela linha bad boy que toda garota ama. E vocês o que acharam do livro? Comentem! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Participe e deixe se comentário! Ele é muito importante.
- Se você chegou até aqui não custa nada ler o post todo e dar uma opinião maior que só o tradicional " Gostei"
- Respondo todos os comentários e vou adorar visitar o seu blog caso deixe o endereço dele aqui.

Muito obrigada e volte sempre :)

Sou Adulta Agora - créditos

Tema Base por Butlariz